Alergia: como evitar

Você tem alguma alergia ou suspeita que é alérgico? Veja algumas dicas para evitar crises.
alergia

A alergia não é um mal incomum. Estudos da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai) apontam que mais de 35% dos brasileiros tem algum tipo de alergia respiratória, alimentar ou na pele. E, de acordo com a Organização Mundial da Alergia (WAO), cerca de 40% da população mundial tem alguma alergia. Segundo a organização, o ar poluído e as mudanças climáticas são os grandes vilões por trás destes números. Simplificando, as reações alérgicas nada mais são do que a resposta do nosso organismo a uma substância estranha. Geralmente, as alergias surgem na infância, mas podem aparecer em qualquer momento da vida. Apesar de ninguém nascer com alergia, algumas pessoas tem maior tendência a desenvolvê-la por ser um processo genético.

Como evitar as alergias?

  1. Primeiro passo: descobrir o problema.

Hoje, com ajuda dos testes de alergia e intolerância, o diagnóstico é bem mais prático. Como os sintomas e reações variam muito de pessoa para pessoa, se suspeitar de alguma alergia, consulte seu médico. Ele é quem irá investigar os sintomas e indicar quais exames e tratamentos você deve fazer.

  1. Alergia respiratória: o cuidado começa em casa.

Poeira, pelos de animais, poluição e fumaça de cigarro são os piores inimigos para quem tem rinite, sinusite, asma, bronquite e outros problemas respiratórios. Abrir as janelas, trocar as roupas de cama uma vez por semana, limpar os móveis com um pano úmido, eliminar o cigarro (principalmente dentro de casa) e evitar que os bichinhos durmam no mesmo quarto que você são algumas dicas para aplicar no dia a dia.

  1. Alergia alimentar: corte o que não te faz bem.

Primeiro, o ideal é cortar da dieta os alimentos que causam alguma reação estranha no corpo. Depois, é fundamental fazer um exame para identificar se essa reação acontece por conta de alergia ou intolerância. Nos dois casos, a imunoterapia é uma opção de tratamento a longo prazo.

  1. Alergia cutânea: não deixe a pele sentir.

Manchas avermelhadas e intensa coceira na pele? Pode ser alergia. Os médicos recomendam cuidado especial com o uso de cosméticos, vestir apenas roupas de algodão e não tomar banhos muito quentes, até mesmo no inverno.

Confira o conteúdo especial sobre alergias no site do Cerpe para saber quais os exames fundamentais e outros cuidados: http://www.cerpe.com.br/clientes/artigo/alergias